Porque contratar uma agência para seu e-commerce?

Quando uma pessoa deseja ingressar no mundo do e-commerce, a primeira dúvida que aparece é essa questão da contratação ou não de uma agência de marketing e performance para cuidar do negócio. 

Mas isso é normal, muitas dúvidas aparecem, a pessoa se sente meio perdida, sem saber ao certo por onde começar o negócio. 

O conselho que nós damos como especialistas nesta área é: busque apoio profissional, de quem realmente entende do negócio e que tenha vínculo com uma organização ligada ao segmento em questão (como uma associação, por exemplo). É importante também que a associação escolhida tenha um certo tempo de experiência e tenha sólidas parcerias com desenvolvedores das plataformas de e-commerce.  

A Apage é uma ótima alternativa para você nesse início de processo da construção da sua loja online, pois seus especialistas são todos atuantes na área de e-commerce e, a própria associação, tem um portifólio de parceiros já muito consolidados neste mercado.       

O que uma agência pode fazer pelo seu e-commerce?

Porque contratar uma agência para seu e-commerce?Ao buscar um produto ou serviço pela internet, o consumidor irá se deparar com uma série de opções. Diante disso, o desafio maior que você tem pela frente é fazer com que ele encontre sua loja virtual e se interesse em visitar seu site. Para tanto, o primeiro passo é ganhar visibilidade no ambiente digital. Mas, isso não é tudo. 

Além de ter a oportunidade de conhecer os itens que você comercializa, o cliente precisa desfrutar de uma excelente experiência em sua loja – seja para encontrar com facilidade o que busca ou para realizar o pagamento de forma segura e receber o mais rápido possível a compra em casa. É garantindo que isso aconteça que você conseguirá idealizá-lo. 

Uma agência digital pode ser muito útil para auxiliá-lo (a) em todos estes processos, adaptando o seu negócio às demandas do comércio eletrônico. Assim, fica mais fácil não só atrair o cliente para a sua loja virtual, como também garantir que este tenha uma experiência de compra satisfatória. 

As principais dúvidas que aparecem ao iniciar o desenvolvimento de um e-commerce: 

1- Qual plataforma de e-commerce devo contratar?

Depende das suas prioridades. Mas se você quer ler um pouco sobre as principais opções do mercado e seus prós e contras, você está no lugar certo. 

Bom, pra começar, podemos esclarecer que, contratando uma plataforma, você não irá gastar, e sim investir. Mas, será um capital bem utilizado e que, se bem escolhido, vai render à sua empresa bons frutos. Vamos esclarecer suas dúvidas! 

2- Como funciona uma plataforma de e-commerce?

A plataforma de e-commerce é o sistema que permite que você crie a sua loja e faça o gerenciamento. Ou seja, é a base da operação de todo e-commerce. É por lá que você consegue verificar os pedidos, cadastrar os produtos com as devidas descrições, inserir vitrines, banners, categorias, características, analisar os dados dos clientes, bem como, criar campanhas e extrair relatórios. Sem ela, você precisaria anotar os seus pedidos em um caderninho, ir somando os valores faturados e apagando com borracha toda vez que algo fosse cancelado. Você já passou dessa fase, certo? 

Além dela precisar contemplar todas as necessidades básicas para a loja, ela também precisa incluir ferramentas de integração com outras plataformas relacionadas a marketing digital, marketplace, logística, etc. É muito importante verificar essas integrações antes de fechar a contratação, porque, caso você queira integrar com alguma plataforma que não seja compatível, a dor de cabeça será grande. 

Então, resumindo: recisa informar que uma determinada categoria de produtos está com frete grátis? É na plataforma. Quer entender quais produtos seus foram mais vendidos neste mês? Plataforma. Houve um problema no pedido do cliente e ele liga para que você verifique? Lá na plataforma. Bom, acho que ficou claro que sem ela você não consegue sobreviver nesse mundo. 

3- Por onde começo?

Porque contratar uma agência para seu e-commerce?Como já falado, analisar as integrações é algo bem importante. Se a sua empresa já trabalha com um ERP, você deve começar por isso. Ou seja: veja quais plataformas tem integração com o seu ERP.  

Aí, entre as opções, busque a que tem melhor custo-benefício de acordo com os seus requisitos. É claro que escolher uma plataforma escalável, com vários recursos e ferramentas interessantes é super vantajoso. Mas essa decisão requer planejamento: não adianta você ficar pagando algo que não vai usar, ou ainda economizar no que não pode.  

Considerando a infinidade de opções de plataforma de e-commerce no mercado, facilite sua vida: liste as suas prioridades, os seus requisitos. Se faça as seguintes perguntas: 

4- O seu negócio é omnichannel ou é apenas virtual?

Nem todas as plataformas permitem unificar as operações. Ou seja, se você tem loja física e online, é fundamental que exista apenas um estoque, por exemplo. Isso facilitará o seu controle, evitando erros. 

5- Qual o seu orçamento disponível?

Claro, o orçamento é sempre importante. Existem várias opções para diferentes bolsos, mas é bom que fique claro: se o seu negócio precisa de bons recursos, terá que pagar por eles. Optar pelo mais barato, sem considerar o entregável, pode fazer com que a sua operação fique muito comprometida. Então, não pague além do seu orçamento, mas evite poupar dinheiro com isso. Lembre-se de que esse investimento é a base da sua loja virtual, que irá segurar todo o resto. 

6- Qual o ERP que utilizo ou desejo utilizar?

Elimine as plataformas que não têm integração. 

7- Quais ferramentas você já utiliza ou desejo utilizar?

Pode ser de marketing, como a RD Station, ou de pagamento, como a Pagar.me ou Pagseguro: verifique quais plataformas têm essa integração. 

8- Qual a importância da personalização do layout para a venda do meu produto?

Algumas plataformas têm apenas modelos padrão, que você muda as informações, cores, logotipos, e outras permitem que você crie uma loja do zero. Qual a sua necessidade? Faça esse filtro. 

9- Quais as melhores plataforma de e-commerce?

Existem muitas empresas, excelentes, no mercado brasileiro, inclusive, que são parceiros da Apage. Você pode conhecê-los, acessando o canal de parceiros do site da Apage: https://www.apage.com.br/parceiros/ 

A seguir vamos apresentar duas delas com mais detalhes: 

Jet 

Com mais de 20 anos de mercado, atende atualmente 15 mil lojas. Assim como as últimas plataformas acima, a JET vende o código e o admin, e a equipe cria e personaliza a loja.  

Uma vantagem bem interessante da JET é que ela possui um time exclusivo de desenvolvedores focado no avanço tecnológico da plataforma, para melhoria e evolução constante das soluções. Possui o JET Hub para integração com os marketplaces e o ZapCommerce, ferramenta supercompleta para quem quer realizar vendas via WhatsApp. 

O suporte da JET possui plantão, o que é uma notável vantagem para o caso de algum problema de última hora. Além disso, são disponibilizados cursos e treinamentos para lojistas, nas modalidades online e presencial. O preço da plataforma é bastante negociável, mas é composto por uma taxa fixa + comissão sobre as vendas. 

Tray 

A Tray é uma plataforma da Locaweb, com mais de 200 recursos para criação de loja virtual. Apesar de ela ter uma série de layouts padrão, você pode ter acesso ao código para personalização, assim como a Nuvemshop.  

A Tray é democrática, visto que possui planos para diferentes bolsos e utilidades, o que a torna também bastante escalável – se o seu negócio crescer, não será preciso migrar de plataforma. Você tem um suporte disponível, por e-mail e chat, a partir do plano Light. Por telefone, somente no mais avançado, o Exclusive. 

A Tray possui integração nativa com os marketplaces, o que é uma excelente vantagem, já que você não precisa de um intermediário, como um hub de integração. Ela possui ainda um APP Android e IOS para administração da loja, bem como o sistema Easy Checkout, que facilita a finalização da compra para o cliente. Para utilizá-la, inicialmente, não é requisito ter um CNPJ. 

O que você achou?

Dentre todas as questões que devem ser resolvidas antes de se abrir um e-commerce, a escolha da plataforma é uma das mais importantes. Por isso, o suporte de um especialista, ligado a uma associação consolidada no mercado, lhe dará mais discernimento para a escolha do que realmente é prioritário para você começar.  

Sem esse apoio, você não conseguirá ter um bom operacional e gerenciar com qualidade a sua loja virtual. Além disso, qualquer implementação requer um treinamento e uma fase de adaptação para os seus funcionários, portanto, uma decisão bem tomada nesse sentido evita futuros estresses. 

É fundamental avaliar quais as integrações são prioridade para a sua loja, e quais as reais necessidades para atender sua demanda. Para facilitar a sua análise, coloque tudo numa planilha resumida com os principais recursos e integrações das plataformas mais conhecidas e consolidadas do mercado, converse com o comercial das empresas e não hesite em perguntar TUDO. Se precisar de ajuda, estamos aqui! 🙂 

Fonte:
https://wavecommerce.com.br/blog/qual-a-melhor-plataforma-de-e-commerce/