Nerus
Alternativa Sistemas
APAGE
Tray
Dooca
F1 Commerce
Jet

M-commerce, ou comércio mobile, é o processo de compra e venda de bens e serviços diversos com o uso de dispositivos móveis.

Esse comércio é visto como a próxima geração do e-commerce e pode fazer toda a diferença no sucesso dos negócios on-line. 

Ter um negócio virtual adaptado para essa forma de experiência de compra deixou de ser um diferencial — atualmente, isso se tornou um pré-requisito para quem deseja ter um e-commerce de sucesso. 

O processo de compra se percebe mais e mais simplificado, sendo essa a razão da indústria do m-commerce, ou comércio mobile, estar explodindo. Dentro dessa conjuntura, os numerosos avanços tecnológicos colaboram para uma experiência de compra ainda melhor. Por isso, não é tão surpreendente o fato de o m-commerce ser responsável por mais de 70% das vendas on-line no mundo todo. 

E, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Panorama Mobile Time e Opinion Box, em agosto de 2020, 91% dos brasileiros que possuíam smartphone já haviam comprado on-line através do dispositivo. Além disso, apenas no segundo trimestre de 2021, foram vendidos 328,8 milhões de smartphones no mundo — um aumento de 10,8% ao ano. 

No geral, existem 3 caminhos para os compradores que usam dispositivos móveis:

  • comprar de sites usando mobile; 
  • comprar direto do aplicativo mobile; 
  • comprar pelas redes sociais (social commerce). 

Note que ter um site acessível para dispositivos móveis não é o suficiente. Desenvolver um aplicativo específico para o comércio mobile e facilitar a venda através das redes sociais pode aumentar as oportunidades de lucro. 

Continue a leitura para conhecer mais sobre o termo e como adaptar seu negócio para essa nova realidade! 

O que é ecommerce mobile?

Adaptação ao “hoje”

Empresas que investem tempo e recursos no mobile commerce mostram que estão adaptadas ao que acontece hoje no mundo do varejo. Dessa forma, o e-commerce está abrindo mais uma forma de conquistar novos clientes e enxergar as necessidades e desejos do consumidor. 

O m-commerce

As compras fechadas por intermédio de dispositivos móveis já somam quase metade de todas realizadas pela Internet. Segundo levantamentos, sete em cada dez brasileiros possuem um smartphone.  Essa marca foi conquistada graças à popularização tanto dos aparelhos quanto da tecnologia de Internet móvel, como o 3G e 4G. 

Quem sai na frente durante essa corrida são aqueles que já possuem sites responsivos e versões de loja criadas pensando diretamente no uso. Essa prática é chamada de “mobile first”, justamente por colocar o acesso móvel como prioridade nos esforços para melhorar a experiência do usuário e de compras. 

Soluções

O mobile commerce traz diversas vantagens e soluções para problemas. Conheça as principais: 

Praticidade

Um dos carros-chefe do m-commerce é a conveniência de poder comprar em qualquer lugar, em qualquer hora. Afinal, tudo que você precisa é de um dispositivo móvel conectado à Internet. 

Para deixar o processo de compra mais rápido e efetivo, é recomendado adaptar, também, as formas de pagamento. Modelos no estilo “compre em um clique” se mostram efetivas nesse contexto. 

Vendendo muito mais

Quando uma loja virtual e física possui estratégias voltadas ao mobile commerce, as chances de vendas aumentam até entre quem visita o local físico. Portanto, caso não tenha achado o que queria na loja, é possível entrar no site ali mesmo, pelo celular, e conferir se encontra o produto desejado. 

Essa estratégia deve ser aliada a um treinamento dos vendedores, para que possam fazer tal recomendação para aos clientes. Contar com uma WiFi aberta na loja pode facilitar. 

Veja: A verdadeira tríade de vendas para seu e-commerce.

A era dos aplicativos

Antes uma realidade próxima apenas para gigantes do mercado, atualmente é possível criar aplicativos para e-commerces de todos os tamanhos com uma certa facilidade. 

Ter um app próprio não é obrigação, visto que sites adaptados para as telas de celulares dão conta do recado. Porém, é um canal a mais para divulgar os produtos e atrair novos clientes. 

Fidelização dos usuários

Marcas que já entenderam que o foco é no cliente e em toda a sua experiência, fidelizam mais clientes e conquistam os que ainda não converteram. Esteja presente onde o seu público está, pois só assim terá clientes que amam a sua marca e possivelmente irão recomendar e comprar novamente.  

Leia: Como montar seu e-commerce no Instagram?

Integre a experiência do mobile e do varejo físico sempre que possível

Ofereça uma experiência de compra omnichannel – multicanal – integrando o m-commerce, a loja virtual, o estabelecimento tradicional e outros canais de venda e comunicação. Afinal, os compradores usam seus dispositivos móveis para comparar produtos, preços, cupons ou promoções. Assim, também há muitas oportunidades para a loja física em si através da integração de canais. 

Use tecnologia e APIs

Para garantir uma boa experiência de compra a seus clientes, utilize soluções de software correspondentes a uma melhora do cumprimento das tarefas de m-commerce. Um exemplo desse uso são as APIs (Interfaces de Programas de Aplicação) voltadas a mostrar o calendário de datas de entrega ou providenciar várias opções de frete. 

Leia também: Metaverso: o que esperar de sua relação com o marketing?

Como começar?

O que é ecommerce mobile?O primeiro passo para aderir ao m-commerce é criar um site responsivo, ou seja, que se adapta conforme o tamanho da tela. Além de ser uma boa prática para atrair clientes, deve-se atentar também ao fato de que o Google dá prioridade de ranqueamento a sites que contam com esse recurso. 

O foco deve ser na experiência do usuário. Por isso, todas as ferramentas e recursos presentes no site para desktop precisam ser adaptados, para garantir que a experiência seja tranquila e sem problemas. 

Outro ponto de extrema importância é a velocidade do site. Já que as compras podem ser fechadas via conexões móveis, como 3G e 4G, é importante que as páginas carreguem rapidamente sob essas condições. Você pode fazer essa medição por meio do Teste Meu Site, ferramenta gratuita do Google. 

Pense também em atrativos para o público que deseja comprar pelo celular. Uma estratégia é oferecer navegação gratuita, sem descontar dos pacotes de Internet móvel, em seu site ou aplicativo. 

Aprender o que é mobile commerce e como aplicá-lo o é o primeiro passo para oferecer uma experiência de vendas condizente com o mercado atual. Para receber novos conteúdos sobre e-commerce, marketing digital e muito mais, acesse www.apage.com.br! 

Fontes:
https://nacao.digital/blog/o-que-e-mobile-commerce/
https://www.smarthint.co/m-commerce/
apage
Autor

Escreveu um Comentário

dois × cinco =